♂Saúde ♀ diversas categorias - dicas♀

♂Saúde ♀ diversas categorias - dicas♀

Pesquisar

Mostrando postagens com marcador alimentação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador alimentação. Mostrar todas as postagens

02/01/2016

..."8 temperos para plantar em casa"


"Conheça os melhores temperos para 

cultivar uma horte em casa"



POR LUCAS ALENCAR EDIÇÃO VIVIANE TAGUCHI
agricultura_pimenta_vermelha (Foto: Ilana Bar/Ed. Globo)
Cansado de ir à feira ou ao mercado sempre que precisa de uma pitada de salsa, orégano ou de alecrim? Uma ótima alternativa é criar em sua casa ou apartamento uma pequena horta de temperos. De cultivo manutenção fácil, algumas plantas podem ser colhidas em até 30 dias depois do cultivo.
Confira uma lista com 8 temperos para plantar em casa:
Manjericão
Usado, principalmente, em molhos para massas ecarnes, e no tempero de omeletefrango salada, o manjericão precisa ser cultivado em lugares com temperatura superior a 18°C. Em regiões em que o clima quente predomina, pode ser cultivado o ano todo. Além da temperatura, o manjericão precisa ser plantado em lugar com alta luminosidade, onde fique exposto a, pelo menos, 3 horas de sol por dia. O solo em que a muda for plantada deve receber irrigação diária e moderada.
O manjericão pode ser colhido entre 60 e 90 dias após o plantio.
Alecrim
Ideal no tempero de diferentes tipos de carnes, o cultivo do alecrim é recomendado para quem não tem tanto tempo para se dedicar à horta, já que pode passar até três dias sem ser regado. Logo que é plantado, porém, recomenda-se que o solo seja regado com frequência. Quando está desenvolvido, deve-se diminuir a frequência para que o solo fique levemente seco. Além disso, o alecrim se adapta a diferentes temperaturas, desde que não beirem extremos.
O alecrim pode ser colhido em cerca de 90 dias após o plantio.
Salsa
Frequentemente usada para ressaltar o sabor de alimentos como sopassaladas, omeletes, suflês ecarnes, a salsa precisa ser plantada em lugar com clima ameno, que não ultrapasse os 22°C, ou pode florescer precocemente. A planta precisa de luz solar, mas é preciso evitar os horários mais quentes do dia. Uma dica é deixá-la em local com sombra parcial, que permita que ela absorva a luminosidade, sem ficar exposta a altas temperaturas. O solo em que a salsa está plantada deve estar sempre úmido, sem ficar encharcado.
A salsa pode ser colhida quando a planta tem entre 12 centímetros e 16 centímetros de altura, o que acontece entre 60 e 90 dias após o plantio.
Tomilho
Utilizado bastante em molhos e em carnes cozidas, o tomilho é uma planta extremamente adaptável, podendo ser cultivada em locais com temperaturas entre 4°C e 28°C. É recomendado que seja irrigado a cada dois dias, porque quanto menor a umidade do vaso em que está plantado, melhor o aroma do tomilho. A muda necessita de alta luminosidade, precisando de luz solar direta por, pelo menos, 5 horas diárias.
O tomilho pode ser colhido entre 60 e 90 dias após o plantio, quando a planta está em pleno florescimento.
orégano (Foto: Divulgação / Unifran)
Orégano
Popularmente conhecido por ser usado em pizzas, o orégano também é bastante utilizado emmolhos assados. O ideal é que a planta fique em um local com temperatura entre 21°C e 25°C, mas o orégano é bem adaptável, sobrevivendo a temperaturas mais altas ou bem mais baixas. É recomendado que o solo não fique seco por muito tempo nem muito úmido. O orégano precisa receber, pelo menos, 4 horas diárias de luz solar direta e, quanto mais luz solar receber, mais aromáticas crescerão as folhas.
O orégano pode ser colhido quando a planta atingir cerca de 20 centímetros de altura.
Hortelã
Tradicional na culinária árabe, a hortelã também é usada na decoração de pratos, no tempero deassados grelhados e no preparo de chás. Como tem raiz muito profunda, recomenda-se que seja plantada isolada em um vaso, para que não atrapalhe o desenvolvimento das plantas vizinhas. Deve ser plantada em local de temperatura amena e bem protegido do vento, que impede seu crescimento. O ideal é que o solo em que a hortelã está plantada esteja sempre úmido e nunca fique seco durante o desenvolvimento.
O melhor momento para colher é hortelã é quando está florescendo, momento em que o sabor e o aroma estão mais intensos.
Pimenta
Com sabor picante, a pimenta é bastante utilizada em molhostemperos conservas, além deacompanhamento durante a refeição. Assim como a hortelã, deve ser plantada em vaso isolado, já que precisa de bastante espaço para se desenvolver. As pimentas devem ser plantadas em local que não ultrapasse os 34°C. É preciso ficar atento às particularidades de algumas espécies. Algumas pimentas, como a Jalapeño, precisam ser cultivadas em climas mais úmidos; outras, como a Habanero, preferem climas completamente secos. Independentemente da espécie, as pimentas se desenvolvem melhor em ambientes muito bem iluminados.
A colheita da pimenta varia entre 80 e 150 dias após o início do cultivo.
Sálvia
Usada para temperar carnes gordurosas e para decorar pratos, a sálvia cresce melhor em temperaturas amenas ou mais baixas. Diariamente, é preciso que a planta seja exposta à luz solar por, pelo menos, 2 horas. O solo deve ser mantido úmido durante todo o cultivo. Se a sálvia estiver plantada em local de temperatura mais baixa, a umidade deve ser mais branda.
A colheita da sálvia pode ser feita entre 90 e 120 dias após o plantio, quando as plantas estão bem desenvolvidas.




comente aqui


16/08/2014







"Orégano: bons motivos para incluí-lo na sua alimentação"

"Além de dar mais sabor aos alimentos, a erva oferece uma série de benefícios à saúde"

Por Tais Romanelli
oregano Orégano: bons motivos para incluí lo na sua alimentação
Foto: Thinkstock

O orégano, 
também conhecido como  
manjerona silvestre  
ou  
orégão
é uma erva aromática  
que tem sido usada na culinária  
há milhares de ano. 

Quem nunca se rendeu, por exemplo, a uma pizza de queijo, presunto, tomate e orégano?!

...“...o orégano dá sempre um sabor diferenciado aos alimentos… "

 ..."temperar salada de couve com ele, por exemplo."

 "Mas, claro, a verdade é que ele combina com tudo: pizza, massas em geral etc.”, comenta Patrícia Medeiro, 27 anos, professora."


Maria Leme, 58 anos, dona de casa, também adora orégano e conta que utiliza a erva para preparar a maioria dos alimentos. “Quando vou fazer uma torta de queijo e legumes, por exemplo, adiciono um pouco de orégano… No molho do macarrão também não pode faltar… Enfim, o orégano deixa qualquer receita mais gostosa”, diz.
O que pouca gente sabe é que a erva, além do seu importante papel de proporcionar mais sabor aos alimentos na culinária, oferece também uma série de benefícios à saúde.
“O orégano possui diversas propriedades nutricionais que podem auxiliar no funcionamento do nosso organismo”, comenta a nutricionista e personal diet Sabrina Lopes.
Abaixo você confere essas e outras informações sobre esta erva que já faz parte da alimentação da maioria das pessoas.

Benefícios do orégano para a saúde

oregano 2 Orégano: bons motivos para incluí lo na sua alimentação
Foto: Thinkstock

Sabrina Lopes fala sobre os benefícios do orégano para o organismo:
  • Possui propriedade antioxidante (os antioxidantes ajudam a proteger as células contra os efeitos dos radicais livres).
  • É anti-inflamatório.
  • É antibacteriano. “A ação antibacteriana do orégano auxilia no combate à bactéria Helicobacter pylori – principal responsável por úlcera gástrica e duodenal. Também promove o equilíbrio da flora intestinal, o que também auxilia no nosso sistema imunológico e na absorção de substâncias importantes para o organismo”, explica a nutricionista Sabrina Lopes.
  • Atua no sistema digestivo. “Ele atua no sistema digestivo estimulando a produção das enzimas digestivas, e também através de substâncias como o tanino, cervacol, cimeno e o linalol – que garantem as propriedades digestivas diminuindo a formação de gases e prevenindo cólicas no intestino”, destaca Sabrina Lopes.
  • Possui ação diurética. “O orégano possui uma leve ação diurética, isso auxilia na circulação sanguínea e também evita inchaço, variações de peso extremas e dores nas pernas, explica a nutricionista Sabrina.
  • Possui ação expectorante. “Quando o orégano é utilizado na forma de chá, possui ação expectorante, aliviando tosses”, destaca Sabrina Lopes.
  • Possui ação antifúngica. “Combatendo, assim, fungos como a cândida, através da substância ativa no orégano, o carvacrol – que possui propriedade de inibir o crescimento desse fungo”, explica a profissional.
  • Estimula o sistema imunológico, devido à presença de timol.

Orégano x câncer

oregano 3 Orégano: bons motivos para incluí lo na sua alimentação
Foto: Thinkstock

Alguns estudos internacionais têm mostrado ainda o orégano como um importante aliado no combate ao câncer.
Em 2012, por exemplo, uma pesquisa feita na Universidade de Long Island, nos Estados Unidos, apontou que a erva poderia ser utilizada no combate ao câncer de próstata. Isso porque, de acordo com os pesquisadores, uma substância chamada carvacrol, presente no orégano, induz as células cancerígenas a se autodestruírem.
Recentemente, biólogos da United Arab Emirates University divulgaram, também, que o orégano pode ajudar a retardar ou impedir a progressão do câncer em mulheres com câncer de mama.
No entanto, é importante destacar que novos estudos deverão ser feitos para confirmar estes possíveis benefícios do orégano no combate ao câncer.

Como usar orégano na alimentação

No mercado, destaca Sabrina Lopes, é possível encontrar o orégano na forma de óleo essencial, folhas frescas e, mais comumente, as folhas de orégano secas.
Sabrina Lopes explica que o orégano é comumente usado em pratos típicos italianos, como molhos de tomate, berinjela à parmegiana e nas pizzas. “Mas ele também pode ser usado no dia a dia na cozinha como tempero em caldos de verduras, em carnes, peixes e aves”, diz.
Muitas pessoas têm o costume ainda de temperar a salada com um pouco de orégano. Outra opção é usar o orégano no preparo do sal de ervas (sal verde) e usá-lo no lugar do sal comum em suas receitas. Veja como é fácil prepará-lo:



“Também é possível fazer chá com a erva e acrescentar ao suco de couve”, acrescenta a nutricionista Sabrina.
A nutricionista ressalta que o orégano deve ser inserido no final da receita, assim como os outros temperos. “Evite colocar antes porque as temperaturas altas podem causar perda de propriedades nutricionais”, explica.

Como armazenar o orégano em casa?

O ideal é armazenar o orégano seco em local seco, escuro e longe de calor, para conservar as propriedades da erva, conforme explica Sabrina Lopes. “Evite as temperaturas altas, por isso, evite as prateleiras abertas em cima ou perto do fogão ou outro eletrodoméstico que produza calor”, diz.
O orégano fresco pode ser congelado para manter suas propriedades por mais tempo. “Não utilize se houver mudanças na cor ou odor da erva”, acrescenta a nutricionista Sabrina.

Como cultivar orégano em casa?

Como no caso de outras ervas, o orégano é fácil de plantar: ou no jardim ou dentro de casa, a partir de pequenas plantas ou de sementes.
“É possível cultivar o orégano no seu jardim. Esse orégano pode ser armazenado fresco, congelado e ate mesmo você pode fazer o processo de secagem desse orégano. As pessoas que utilizam esse método garantem que o sabor e aroma da erva cultivada em casa são especiais”, finaliza a nutricionista Sabrina.
Confira no vídeo abaixo como criar sua própria mini horta em casa para cultivar os seus temperos favoritos:



No passo a passo a seguir, você aprende como desidratar as ervas aromáticas para conservá-las por muito mais tempo:
 

Agora você tem mais alguns bons motivos para consumir orégano! Além de dar mais sabor aos alimentos, a erva pode oferecer diferentes benefícios à sua saúde!

fonte:
dicasdemulher


comente aqui  

 


27/02/2013

"Dieta do Sono"

"-É possivel sim perder peso dormindo passo a passo aqui"






"Dormir pouco é considerado um vilão na perda de peso "

..."nutricionistas e médicos dizem que dormir pouco pode fazer com que você engorde pelo menos 300 calorias a mais em um único dia."

 Um novo estudo avaliou os genes do sono se sugere que dormir mais pode ajudar a manter o peso, se você tem uma tendência genética para ganhar peso.

Perder peso enquanto você dorme pode parecer bom demais para ser verdade, mas na verdade a ligação entre dormir pouco e ganhar peso (entre uma série de outros resultados negativos de saúde) tem sido reconhecida por pesquisadores e médicos.


FICA A DICA:

Uma pergunta que todo mundo faz é quais são os alimentos certos para comer antes de dormir?

Uma coisa você pode ter certeza, não é leite e biscoitos. 

O açúcar é a pior coisa que você pode ingerir antes de dormir, porque vai causar uma montanha russa de altos e baixos, enquanto você dorme. 

Outra coisa que pode acontecer ao ingerir muito açúcar antes de dormir é sentir se enjoado.

Uma pergunta que todo mundo faz é quais são os alimentos certos para comer antes de dormir?

Uma coisa você pode ter certeza, não é leite e biscoitos. 
O açúcar é a pior coisa que você pode ingerir antes de dormir, porque vai causar uma montanha russa de altos e baixos, enquanto você dorme. 
Outra coisa que pode acontecer ao ingerir muito açúcar antes de dormir é sentir se enjoado.


Confira quais alimentos devo incluir na minha alimentação durante a dieta do sono:

Café da manhã:

Café da manhã é muito importante porque você está quebrando o seu jejum noturno e consumindo os nutrientes que você vai precisar de energia ao longo da manhã, café da manhã deve ser a sua maior refeição do dia. 
Pães integrais e cereais, iogurte natural ou integral e frutas são apenas alguns exemplos de alimentos que você pode comer.

Almoço moderado:


Escolha o arroz integral, macarrão ou pão integral e uma porção de proteína - peixes, ovos, frango, carne ou feijão.

Para terminar o dia uma jantar leve:


Para que não coloque tudo a perder é importante comer alimentos leves na hora do jantar, a fim de se preparar o corpo para um sono profundo e sem interrupções.

Jante pelo menos 2 horas antes de ir para a cama. 

Sugerimos que você coma um lanche noturno rico em carboidratos, como pão, batatas, cereais ou suco. 
Mais também pode acrescentar a sua dieta fontes de magnésio como maçãs, damascos, abacates, bananas e pêssegos, nozes.
Comer sementes de girassol, gergelim e linhaça anoite além de ajudar no sono ainda da uma regulada boa no indestino.
 




Dormir queima quantas calorias?

  • Com 8 horas de sono você pode perder até 480 calorias


FICA A DICA:

Segundo especialistas a quantidade mínima de sono necessária para perder de peso é de sete horas e meia por noite.


..."algumas dicas que pode fazer a diferença na hora de tentar a Dieta do Sono:
 

  • Vá dormir e acorde na mesma hora todos os dias:
Anote o tempo que você precisa para se levantar de manhã, em seguida, acrescente sete horas e meia. 

Esse é o tempo que você precisa para estar na cama.


Mas calma querendo deixar a hora de dormir chata e sem graça: 

Nas noites de sexta ou sábado, você pode ir para a cama uma ou duas horas mais tarde do que de costume e 
dormir em uma ou duas horas mais no dia seguinte.
 


 
  • Iniciar uma rotina para dormir bem:
Crie um ritual como a leitura a meia luz, um banho quente, esticando-se de vez em quando, comece entre 45 minutos a uma hora antes do horário que você planejou para estar dormindo. 
Muito em breve, o seu corpo vai começar a associar essas ações específicas com seu horário de dormir.
Desligar o televisor, computador, colocar seu telefone celular no silencioso. 


Uma coisa a ciência já sabe quando o cérebro percebe qualquer tipo de luz entrando pelos olhos, a resposta automática é ficar acordado com isso diminui a melatonina, o hormônio que é responsável pelo sono.


FICA A DICA:

Assim como a comida, o sono é essencial para o seu corpo e cérebro, se você não se descansar o suficiente seu corpo você vai desejar mais.
  • Corte Café e álcool antes de dormir:
O ideal seria você não ingerir nem um tipo de cafeina pelo menos 10 horas antes de dormir isso incluem refrigerantes, energéticos, chá com cafeína.
Para bebidas com álcool este tempo é de pelo menos 4 horas antes de deitar. 
Pois isso pode colocar tudo a perder, pois cafeína e álcool o impediram de dormir profundamente. 
Com isso você pode acordar a qualquer momento na noite isso fará com seus planos de perder peso enquanto dorme fracassem.
  • Você sabe realmente quanto tempo de sono você precisa por noite:
Algumas mulheres necessitam de até nove horas de sono por noite. 
Se você está cochilando sete horas e meia e ainda não pode acordar sem o despertador, você precisa de mais. 
Tente bater ir para cama 15 minutos mais cedo a cada noite, até chegar o momento perfeito para você, que pode levar uma semana ou mais, mais se lembre de seguir esta dica até encontrar o sono ideal.


fonte e créditos:
beleza.blog.br






 

comente aqui  

 

03/09/2012

"Açúcar 'escondido' atrapalha perda de peso"
"Vive de dieta e não emagrece? Entenda"
Açúcar 'escondido' atrapalha perda de peso





"Alimentos mascaram açúcar e você exagera no consumo"

Até doces com fama saudável escondem valores que causam estrago na dieta


Por Laura Tavares -

Essa dupla é velha conhecida de quem entra em dieta: optar por grelhados para reduzir o consumo de gordura e evitar doces para não exagerar no açúcar. Enquanto a primeira tarefa depende quase que exclusivamente de disciplina, a segunda reserva algumas pegadinhas. Você sabia, por exemplo, que o ketchup é rico em açúcar? E que a gelatina não é sobremesa das mais saudáveis? "A maior parte das pessoas não sabe que, assim como doces podem ter altas taxas de sódio, como é o caso do refrigerante, salgados podem ter grande quantidade de açúcar", afirma a nutricionista Cátia Medeiros, da clínica Atual Nutrição, em São Paulo.

A seguir, listamos opções aparentemente saudáveis ou que, muitas vezes, não aparentam levar açúcar na composição, mas que podem ser o obstáculo que atrapalha sua meta de emagrecer. Para que a comparação fique clara, tomaremos como parâmetro um pedaço de 100 gramas de bolo de chocolate. A quantidade total de açúcar desse alimento é de cerca de 40 gramas. Todos os valores apresentados nesta reportagem foram retirados das "Tabelas de Composição Nutricional dos Alimentos Consumidos no Brasil" do Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Suco de goiaba - Foto Getty Images

Suco natural

"O suco natural é, de fato, saudável, mas devemos lembrar que para fazer um copo de suco precisamos de várias frutas", afirma a nutricionista Cátia. Assim, o segredo para não extrapolar na quantidade de açúcar e de calorias é moderação. Prefira ainda sucos de frutas que têm grande quantidade de água, como a melancia e o melão. Por fim, evite acrescentar açúcar. "Aprenda a apreciar o açúcar da própria fruta", afirma a profissional. Para exemplificar a quantidade de açúcar, separamos o suco de goiaba.

100 g de suco de goiaba (pouco menos do que metade de um copo) = 14,81 g de açúcar
Barrinha de cereal - Foto Getty Images

Barra de cereal

O selo saudável também não pode ser aplicado a todas as barras de cereais. "Algumas delas contêm grandes quantias de açúcar, principalmente as de frutas", diz a nutricionista Amanda Epifanio, do Citen, em São Paulo. Ela recomenda evitar ainda opções com chocolate, que costumam ser mais gordurosas. Segundo a profissional, uma boa barra de cereais precisa apresentar mais de 2 gramas de fibras em sua composição, menos do que isso indica que ela é feita basicamente de carboidratos.

100 g de barra de cereal = 37,40 g de açúcar
Ketchup - Foto Getty Images

Ketchup

Condimento adorado principalmente por crianças, o ketchup têm grande concentração de açúcar. Para não colocar a dieta em risco, portanto, consuma com moderação. "Prefira ainda aqueles que apresentem o selo 'Minha Escolha', que indica que o produto passou por avaliações mais rigorosas quanto às taxas de sal, açúcar, gorduras saturadas e gorduras trans", afirma a nutricionista Cátia. Evite ainda estimular crianças a comer alimentos apenas porque estão acompanhados de ketchup. Ele não deve ser consumido diariamente.

100 g de ketchup = 22,77 g de açúcar
Iogurte - Foto Getty Images

Iogurte

"Algumas marcas apresentam grande quantidade de açúcar em iogurtes naturais e até mesmo nas versões desnatadas", afirma a nutricionista Amanda. Por isso, certifique-se não só de que ele é menos gorduroso como ainda de que não tem açúcar. Deixe de lado opções com complementos de chocolate, caldas e confeitos. Parar deixar o alimento mais saboroso, bata no liquidificador com frutas frescas. A própria fruta adoça o iogurte.

100 g de iogurte = 13,04 g de açúcar
Granola - Foto Getty Images

Granola

"Aparentemente saudável, a granola costuma ser extremamente calórica e rica em açúcar", afirma Cátia Medeiros. A mistura de frutas secas, grãos e sementes muitas vezes é acrescida de açúcar refinado, o que pode agradar o paladar, mas prejudicar a dieta. Prefira versões sem frutas secas e com açúcar mascavo que, embora calórico, oferece mais nutrientes do que a versão refinada.

100 g de granola = 26,22 g de açúcar
Cereal matinal - Foto Getty Images

Cereal matinal

Cereais podem ser amigos da dieta, desde que você saiba escolher o melhor produto, de acordo com a nutricionista Cátia. Nas prateleiras há inúmeras opções. Comece descartando aqueles com chocolate, coberturas ou acompanhamentos. Procure, então, as versões integrais. Por fim, busque integrais que não apresentam açúcar de adição. Para tornar a refeição ainda mais rica, adicione frutas.

100 g de cereal matinal de milho em flocos = 38,02 g de açúcar
Gelatina - Foto Getty Images

Gelatina

Se você sente que fez uma opção saudável ao trocar um pedaço de bolo ou torta por um copinho de gelatina pode estar se enganando. Em 2009, a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor avaliou 11 opções de gelatina sabor morango, sendo quatro na versão tradicional, quatro na versão diet e três na versão zero. A conclusão foi de que o alimento continha muito açúcar ou era acrescido de adoçantes, o que fazia dele contraindicado para crianças e gestantes. Confira a média de açúcar encontrado em diversas marcas desse doce:

120 g de gelatina de morango = 7,9 g de açúcar
Suco de caixinha - Foto Getty Images

Suco de caixinha

Um estudo divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no fim de 2010 mostrou que alguns sucos de caixinha chegam a apresentar mais açúcar do que refrigerantes. Por isso, a ideia de que sucos são sempre saudáveis não é uma verdade absoluta. Por outro lado, entretanto, sucos costumam oferecer nutrientes e vitaminas, ao contrário dos refrigerantes, nos quais nada é aproveitado. "As pessoas acabam adotando sucos de caixinha por sua praticidade, mas, sempre que possível, opte pela versão natural", afirma a nutricionista Cátia. Os dados abaixo foram apresentados no estudo da Anvisa:

100 ml de suco de caixinha = 11 g de açúcar
Frutas secas - Foto Getty Images

Frutas secas

Frutas secas também podem fazer parte da dieta, mas com moderação. "Como a água foi retirada do alimento, elas têm mais nutrientes e açúcar concentrados", afirma a nutricionista Amanda. Segundo ela, 30 g de frutas frescas equivalem a uma fruta inteira, sendo que muitas vezes acabamos consumindo um pacotinho que costuma ter 90 g, ou seja, três frutas. "No organismo, a frutose tem o mesmo efeito de qualquer açúcar: eleva a glicemia e, por isso, ele também deve ser consumido com parcimônia", complementa.

100 g de fruta seca ou desidratada = 38,12 g de açúcar


fonte:
minhavida






comente aqui

17/08/2011


Envelhecimento

Soja não beneficia mulheres na menopausa

Suplementos de soja podem não ajudar as mulheres a aliviar os sintomas da menopausa ou impedir as alterações ósseas que começam nessa fase da vida

Suplementos de soja podem não ajudar as mulheres a aliviar os sintomas da menopausa ou impedir a alterações ósseas que começam nessa fase da vida,
Suplementos de soja podem não ajudar as mulheres a aliviar os sintomas da menopausa ou impedir a alterações ósseas que começam nessa fase da vida (Thinkstock)
"A soja não dá proteção nenhuma contra os sintomas da menopausa” — Silvina Levis, da Escola Miller de Medicina da Universidade de Miami
Tomar suplementos de soja não ajudam as mulheres a aliviar os sintomas da menopausa ou impedir a alterações ósseas que começam nessa fase da vida, segundo sugere um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Miamia, nos Estados Unidos. De acordo com a pesquisa, mulheres que tomaram os suplementos todos os dias durante dois anos não tiveram nenhuma melhora em seus sintomas quando comparadas com aquelas que receberam placebo. Elas ainda tiveram mais ondas de calor até o final do estudo.
Os pesquisadores também não viram nenhuma alteração na densidade óssea em relação às mulheres que tomaram placebos. A baixa densidade óssea, comum nessa fase da vida, expõe as mulheres a um maior risco de osteoporose e de fraturas nos ossos.
Mulheres que buscam por alternativas que reduzam os sintomas da menopausa ficaram sem muitas alternativas desde que um estudo mostrou que a terapia hormonal aumentava o risco de complicações cardiácas e o aparecimento de câncer.
Até 2002, acreditava-se que o tratamento com hormônios só trazia benefícios a curto e longo prazo e nenhum tipo de prejuízo. Um grande estudo com milhares de mulheres, porém, descobriu que os benefícios a curto prazo, como a redução dos sintomas, eram acompanhados a longo prazo do aumento de risco de acidentes cardiovasculares, osteoporose e câncer de mama. O tratamento, então, passou a ser contraindicado, mas não proibido, pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos.
Nem bem, nem mal — Estudos anteriores já demonstraram que os suplementos de soja não apresentam os mesmos riscos que a terapia hormonal. Mas há outras pesquisas indicando, contudo, que, se a soja não traz prejuízos, também não traz benefícios. 
"Após o estudo, muitas pacientes tentaram resolver os sintomas com suplementos de soja. A nossa pesquisa foi iniciada com o objetivo de responder apenas uma pergunta: será que esses comprimidos de isoflavona de soja ajudam mesmo as mulheres?", disse Silvina Levis, da Escola Miller de Medicina da Universidade de Miami e coordenadora do estudo. A resposta, infelizmente, é não.
Pelo menos é o que indica este estudo. Nele, 248 mulheres que atingiram recentemente a menopausa foram divididas aleatoriamente em dois grupos. Por dois anos, metade das mulheres tomaram isoflavonas de soja todos os dias. A outra metade tomou placebo. As voluntárias não sabiam se estavam recebendo o tratamento real ou o simulado.
Após o período de análise, os resultados mostraram que as mulheres em ambos os grupos perderam a mesma quantidade de densidade óssea na coluna e no quadril. Além disso, elas relataram um número similar de sintomas decorrentes da menopausa – com exceção das mulheres do grupo da soja, que diziam ter mais ondas de calor do que as outras.
Além disso, as mulheres que receberam os suplementos de soja relataram problemas no estômago, constipação e dificuldades de digestão. Não houve, porém, nenhum efeito colateral grave. O resultado final, diz a pesquisadora, indica que a soja não dê proteção nenhuma contra os sintomas da menopausa. 

Clique nas perguntas abaixo para saber mais sobre a menopausa:


"*O conteúdo destes vídeos é um serviço de informação e não pode substituir uma consulta médica. Em caso de problemas de saúde, procure um médico."

 
(Com agência Reuters)
 fonte:
veja.abril
♂♀ http://saudediversascategoriasdicas.blogspot.com

Postagem em destaque

provar sanidade

||| ' O outro lado do paraíso ': Raquel ajudará a provar sanidade de Clara   Raquel e Patrick (Foto: Globo/Raquel ...

Seguidores


buscas populares …apareça nas buscas… cadastre seu web site aqui…/buscas populares…alô negócios !!!…
|| Пост!Featured on Hometalk.com